Arquivo da categoria: Novos amigos

Se faltar calor a gente esquenta…

Mais uma vez os meteorologistas acertam a previsão de tempo do Porto, assim nos “proporcionando” dias de frio e muita chuva. O que para nós já se tornou algo normal, por isso nada disso é desculpa para ficar em casa embernando. Sendo assim… Ontem foi a noite de abrir a sombrinha e ir até a discoteca pagar a prenda da corrida de Kart por mim, Ramone e a Ludi.

Depois de passear pela discoteca segurando um abacaxi junto de Ramone vestindo um lendo na cabeça e Ludi um sutiã por cima da roupa, de dançar passos inventados dos anos 60, fazer um book fotográfico na decoração do Armazém do Chá e fazer tudo o que se possa imaginar, percebi o quanto a vida é simples e o quanto as coisas podem ser fácil se você não se importar com o que as pessoas pensam. Como diz a música “Seja você, mesmo que seja bizarro”.

A dúvida por parte das pessoas em saber por que estávamos “bizarras” era inevitável. Duvidando de tudo o que é certo, essa brincadeira acabou sendo um fator influenciador para novas amizades. É engraçado… O intercâmbio quase finalizando e mesmo assim, quando você pensa que não é possível conhecer mais pessoas é aí que você se surpreende, e se não for possível, a gente tenta.

Por Nay Back  – Intercambista UP.

Anúncios

Eramus Student Network Porto

ESN Porto (Eramus Student Network Porto) é um grupo de estudantes voluntários da cidade do Porto que auxiliam os estudantes estrangeiros no processo de adaptação e integração na cidade. Por isso a ENS,  com o apoio do Gabinete de Relações Internacionais da Universidade do Porto,  organiza várias atividades que facilitam os alunos Erasmus a conhecer Portugal e a sua cultura.

Como já falamos em posts anteriores, estar aqui é uma experiência única,  a qual manteremos em nossas lembranças para sempre, e muitas das atividades com as quais nos envolvemos são  promovidas pela ESN Porto, como por exemplo os eventos dessa semana.

Ontem ocorreu a noite portuguesa, cuja proposta era apresentar as músicas características de Portugal, além de degustar os petiscos tradicionais, bem como os vinhos característicos do país. Infelizmente não estávamos presentes, pois aproveitamos o feriado de ontem para irmos até a Ribeira tomar chimarrão e fazer uma roda de músicas até o sol se por e, para a nossa surpresa, quando anoiteceu fomos convidados por proprietários de um restaurante a nos juntarmos a eles e aumentar a nossa roda de música. Este foi mais um momento de integração com a cultura portuguesa.

Mas as atividades da ESN para esta semana não acabaram, pois amanhã tem o a Micareta ESN, um carnaval fora de época tão bom quanto o carnaval tradicional, onde as pessoas vão para se divertirem e conhecer outras pessoas enquanto se dança ao som dos ritmos mexidos do Brasil. Mas antes da festa terá um jantar Erasmus de Recepção na Confeitaria Império, que será servido em forma de buffet com dois pratos principais, saladas e sangria, segundo o site “SANGRIA ILIMITADA. Sim, é verdade, podem comer e beber tudo o que quiserem!”.

No buffet terá duas opções de prato. Uma, é o famoso prato de peixe de bacalhau com nata,  um prato típico português de bacalhau misturado com batatas e nata, e a outra, é o prato de carne lombo assado (carne de porco assada com saladas) acompanhado de batatas, arroz e salada à escolha. Além destes eventos, a ESN organiza para os próximos dias o Concurso de Fotografia, Surf CampSurf Courses e Bodyboard.

Tudo isso é gratuito?

Após matrícula efetuada na UP, você deve ir até o Gabinete da ESN PORTO que fica no prédio da Reitoria, fazer o seu ESN CARD (ao preço de 10 euros), uma carteirinha que lhe dá entrada free nas festas ERASMUS (toda a quinta-feira) e em alguns eventos da ESN. Outros eventos como viagens e jantares, por exemplo, você paga apenas uma taxa simbólica.

Por Nay Back – Intercambista UP.

Recepção UP e ERASMUS

A sexta-feira começou cedo…

Às 9h já estávamos na sala de aula ansiosas para que o dia passasse rápido (é… As vezes dependendo do que você tem de fazer a noite, você acaba desejando que o dia passe de presa, mas é só as vezes). Depois do almoço aproveitamos a tarde para organizar a casa, pagar as contas (água e luz) e a Ramone foi para a Estação Camapanhã pagar a excursão do show do Guns And Roses (sim! Ela vai e ficaremos morrendo de inveja)…

Às 17h fomos para a Reitoria na saudosa recepção aos Erasmus… Estudantes de toda a parte do mundo. Brasil e Espanha ficaram quase no empate para ver quem gritava mais alto pelo seu país, em seguida veio África, França, EUA, Itália e muitos outros.

Assistimos o novo vídeo de boas vindas da Brasup e a apresentação do Coral da UP (não sei se o nome correto para o grupo é coral, mas foi uma belíssima apresentação), tiramos fotos (muitas fotos, especialmente com a Luiza Capitão), conhecemos mais brasileiros e comemos amendoim, batata frita, biscoitinhos e claro, bebemos o delicioso vinho do Porto.

Em seguida, passamos no mercado e já começamos a nossa reunião Cedofeita Family pré festa de boas vindas Erasmus. 11:30h na Reitoria era o ponto de encontro com os espanhóis, e lá estávamos.  No encontro não podíamos deixar de fazer novas amizades (uma das melhores coisas que se pode fazer aqui), então decidimos ir falar com um grupo de Harry Potters que estavam se divertindo perto do chafariz e para a nossa alegria eles foram muito receptivos, prova disso foi compartilhar o vinho do Porto conosco (este é um ato de carinho pelo próximo), e não podíamos deixar de interagir com eles e fazer diversas perguntas sobre a Praxe (em breve entrevista exclusiva com portugueses falando sobre a Praxe) e claro, vestir o pala deles!

Não demorou muito para eu e a Ramone nos perdermos de nossos amigos e tentar descobrir o local da festa sozinhas, pois ninguém atendia o Moche, mas seguimos o movimento, conseguimos nos comunicar e não demorou muito para já estarmos dentro do Cine Batalha (antigo cinema de Porto, hoje utilizado para muitas festas). Como já era de se imaginar, na festa tinha pessoas de todas as tribos, por isso, mais uma oportunidade de fazer novas amizades e aprender novos passos de dança.

Final da festa, salto 15 destruído (atenção meninas: nesta semana um post especial sobre o salto 15) sem dinheiro para taxi, metro só abre as 6h, mesmo assim, os pés ainda continuarão a doer, então, fomos descalças paralelepípedos até a Cedofeita House, como somos uma family unida até o Flávio que estava calçando tênis (confortáveis) e meias (limpas) se uniu ao trio de meninas maquiadas e bem vestidas descalças. Chegando em casa uma vizinha portuguesa pediu para tirar uma foto nossa porque ela nunca tinha visto uma cena assim (será que foi um mico?) No mais… Chegamos em casa com os pés sujos mas sãs e salvas. Barriga roncando, geladeira cheia, hora de fazer torradas na frigideira e apontar comentários positivos sobre mais uma noite em Portugal.

O melhor de tudo é que isso é só o começo deste universo paralelo, pois ainda tem muita gastronomia para experimentar, lugares para visitar, pessoas para conhecer, brincadeiras para aprender, trabalhos da faculdade para fazer e pouco tempo para dormir, afinal, os dias aqui voam e as horas correm de pressa. Por isso não podemos esquecer que estar aqui é uma grande oportunidade de vida.

Por Nay Back – Intercambista UP.

A Ribeira…

Uma das principais paisagens de cartões-postais do Porto é a Ribeira, um cenário incrível e encantador, que vale a pena ser conhecido.

Junto ao Rio Douro, a Ribeira faz parte do Centro Histórico do Porto, Patrimônio Mundial da UNESCO. É, atualmente, uma zona muito frequentada por turistas e local de concentração de bares e restaurantes.

Durante o dia pode-se fazer vários passeios de barco pelo Rio Douro, canoagem, sentar ao sol para bater um papo, ou apenas apreciar a vista. Já a noite a Ribeira é o ponto de encontro dos intercambistas, principalmente na segunda-feira, onde há promoção dos baldes (copo de bebida de 500ml). Com o luar o cenário fica ainda mais lindo, e com a ponte Dom Luís I ao fundo, a Ribeira é o melhor lugar para se bater belas fotos e conhecer novos amigos, como foi o nosso caso.

Na última segunda-feira fomas para Ribeira com alguns amigos para admirar a vista, com a intenção de voltar mais cedo. Porém conhecemos um italiano e um dinamarquês (que tocava clarineta), que nos fizeram ficar até mais tarde conversando e fazendo uma troca de culturas.

Várias coisas aconteceram nesta noite, aprendemos a parlare italiano, tocar algumas notas de clarineta (dó, ré, mi), sobre a cultura e estilo de vida dos nossos amigos, e mais algumas coisas que se passaram na fila da casa de banho (banheiro), porém essas não posso relatar… (hehe…).

O que posso afirmar com certeza é que a Ribeira é linda, e que a Europa faz coisas conosco que nunca imaginaríamos… (hehe…) Quer saber mais??? Então venha para cá viver um semestre como Erasmus e continue acompanhando nosso blog…

Por Ramone Pacheco – Intercambista UP.